…Informação para Refletir e Crescer…

Arquivo para setembro, 2010

Aonde a dor dói ?

O olhar recebido com desaprovação, dói.

A ausência de um irmão querido, dói.

A doença de quem se ama, dói.

A escolha errada de um familiar, dói.

A dor de um amigo, dói.

Não entender aonde a dor do outro dói, também dói.

Essa dor só vai passar, quando eu resolver falar! Pra mim mesmo o que sinto, assumindo meus sentimentos, reconhecendo minha parcela de contribuição pra estar desse jeito.

Quando eu falar para o outro, o  qual penso ser o responsável pela minha dor, até onde acho que ele participou na construção dessa dor. E mais… o que eu acredito que ele possa fazer agora, aqui no presente, para reparar.

Pedir perdão basta? Sim. Para Deus, sim. Mesmo que o outro não seja muito aberto, não devemos esperar recompensas por estarmos pedindo perdão. Nem reconhecimento, quando ajudarmos alguém na sua dor.

É dar, por amor. É reparar para sentir-se livre.

E quando tudo isso for feito… e a dor não passar? Ai, é o.r.a.r ! E o resto, Deus tudo fará.

Anúncios

*Você tem sido um bom marido? E você, tem sido uma boa esposa?

Os esposos devem expressar apreciação por suas esposas.

Gênesis 18:22 — Não era bom o homem ficar só, por isso Deus fez a mulher para ser uma companheira para ele. A mulher que desempenha o papel que Deus lhe deu é boa para o esposo. Ela foi criada por Deus justamente para esse fim.

Provérbios 18:22 — Aquele que encontra uma esposa encontra uma boa coisa e obtém favor de Deus. Portanto, os esposos digam isso.

Provérbios 12:4 — Uma mulher digna é a coroa de seu esposo. Se assim é, então que o esposo expresse sua apreciação por ela (Provérbios 19:14; 31:10).

1 Pedro 3:7 — O esposo deverá honrar sua esposa. Contudo, muitos esposos criticam mais do que honram. Com que freqüência você deliberadamente diz ou faz alguma coisa com a intenção de honrar sua esposa? Deve ela se considerar honrada simplesmente porque já se passaram alguns minutos desde a última vez que você a insultou?

Provérbios 31:28-31 — Uma mulher digna deverá ser louvada por seu esposo. Você louva sua esposa quando ela prepara uma refeição, limpa a casa, cuida dos seus filhos, ou cumpre as responsabilidades dela como uma cristã? Ou você só critica, quando você pensa que ela erra?

Um esposo freqüentemente tem um sentimento de satisfação e realização pelo seu trabalho. Ele recebe pagamento regularmente e promoções ocasionais. Mas a esposa trabalha dia após dia em casa com a família. Se o esposo não expressar apreciação, a esposa ainda encontrará um sentimento de realização vendo seus filhos se desenvolverem, e em saber que, acima de tudo, Deus está apreciando. Mas ela terá um sentimento muito maior de segurança e de ser indispensável se seu esposo lhe disser que aprecia o que ela faz.

Deus nos diz para louvarmos nossas esposas quando elas fazem o bem. Se o fizermos, ela achará mais fácil cumprir o seu papel como dona de casa submissa.

As esposas devem expressar apreciação por seus esposos.

Romanos 13:7 — Todos os cristãos devem honrar a quem a honra é devida. Este é um princípio geral. Ele ensinará os esposos a honrar suas esposas, mas também ensinará as esposas a honrar seus maridos.

Efésios 5:33 — Porque o esposo é a cabeça da esposa (versículos 22-24), ela deverá respeitá-lo (reverenciá-lo). Certamente, isto inclui expressar apreciação por ele.

Senhoras, se seu esposo trabalha todos os dias no seu emprego para sustentar você e a família, com que freqüência você lhe diz que o aprecia? Ou você pega o salário dele e o gasta sem uma palavra de agradecimento? Quando ele faz um trabalho braçal pela casa para você, ou gasta parte do seu tempo com os filhos, ou cumpre seu papel como um homem cristão, você lhe diz que o aprecia?

Provavelmente a maior necessidade que a esposa tem é uma sensação de segurança sabendo que é amada e indispensável. Provavelmente a maior necessidade que o homem tem é a sensação de valor pessoal ao saber que é respeitado e admirado. Ambas estas necessidades são satisfeitas se esposo e esposa expressarem apreciação um pelo outro.

Se você estiver com raiva e aborrecida com seu cônjuge, faça estas duas coisas: ì Faça uma lista honesta de cada boa qualidade que ele possui e de cada boa obra que ele faz. Faça-a tão completa quanto você puder. í Depois, a cada dia, tome a firme disposição de expressar amor ao seu companheiro. Encontre alguma coisa especial que ele fez e expresse sua apreciação por isso. Isto ajudará significativamente quando chegar o tempo de discutir seus problemas, e também fará com que seus problemas pareçam muito menos sérios.

*Ao único, que é digno de receber toda Honra e toda Glória!

*Auto-Conhecimento*

Você se conhece?

Tem certeza?

Até onde você se conhece?

E … das pessoas mais próximas a você, como pai, mãe, ou alguém que tenha sido marcante na sua infância, dessas pessoas, o que delas você consegue Reconhecer em você ?

Qual o uso que você faz disso ? Essas características  são positivas na sua vida ? Se não, porque ?

As que não são positivas, você quer mudar ?!

O que faz pra mudar ?

Será que conseguirá fazer isso sozinho (a) ?!

Se alguém pudesse ajudar, como seria essa pessoa… vc a conhece ?!

Sabes pedir ajuda ?! Queres pedir ajuda ?!

O que de melhor, essas características negativas, que você modelou, quer pra você ?

E o que de excelente a MuDaNçA pode trazer pra sua vida !?

Quando, como , onde e com quem essa mudança pode começar a acontecer ?!

Boa Reflexão…! Bom mergulho nesse mundo cheio de Luz que é você !!!

*Indico : http://cr-recife.blogspot.com/

BoOoOmM Final de Semana!


E não tinham sede, quando os levava pelos desertos; fez-lhes correr água da rocha; fendeu a rocha, e as águas correram. Isaías 48:21

Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. João 4:14

* 10 razões para valorizar a espiritualidade no Trabalho

Cada pessoa possui uma bagagem que adquire ao longo da sua existência e isso, inclui aprendizados seja no campo pessoal ou profissional. E até mesmo nas situações mais simples é possível desenvolver comportamentos que tornam as pessoas mais centradas e capazes de lidar com as situações inesperadas. Hoje, por exemplo, as empresas demonstram uma preocupação especial com a “espiritualidade no ambiente de trabalho”. Não se trata de religião, mas sim de ver o ser o ser humano a partir dos seus sentimentos, suas necessidades, suas expectativas em relação a si próprio e ao trabalho. Veja algumas vantagens de investir na espiritualidade nas empresas.

1 – As pessoas que tem maturidade espiritual, não importa a crença religiosa que tenham, possuem uma forte tendência a administrarem melhor as suas emoções, inclusive, nos momentos em que estão sob forte pressão.

2 – A espiritualidade auxilia os colaboradores a encontrarem sentido para as atividades que executam diariamente na empresa. Passam a ver suas ações como contribuições significativas para o negócio. O trabalho que executam sai do automático, tornando as ações mais humanizadas.

3 – Uma vez que o trabalho tem sentido para quem o executa, a organização observa a melhoria dos serviços prestados pelos profissionais. O resultado será clientes mais satisfeitos e, provavelmente, uma alavancagem no negócio.

4 – Ao contar com funcionários com maturidade espiritual, é natural que os índices de motivação aumentem, já que ocorrerá uma disseminação de sentimentos positivos que agregam valor tanto à vida pessoal quanto profissional.

5 – Motivação traz consigo outros fatores relevantes para a empresa: melhoria significativa na performance dos departamentos, dos profissionais.

6 – O investimento na espiritualidade nas empresas traz retorno que pode ser sentido no dia a dia. Um deles é o impacto positivo no clima organizacional, uma vez que o espírito de equipe é estimulado e o individualismo perde espaço.

7 – Uma vez que o espírito de equipe ganha força entre os profissionais, as chances dos conflitos interno surgirem diminuem, já que as pessoas dão espaço para a sinergia entre seus pares.

8 – Uma organização que valoriza a espiritualidade junto aos seus profissionais dá abertura para um relacionamento transparente e coerente com seus talentos. Consequentemente, aflora o sentimento de confiança mútua, ou seja, entre empresa e profissionais.

9 – Quando se investe em ações para fortalecer a espiritualidade corporativa, a cultura organizacional ganha mais espaço e é assimilada com mais facilidade pelos colaboradores. Isso se justifica porque as pessoas verão que a missão, os valores e a visão não foram criados apenas para ficarem no papel, mas sim para serem colocados em prática.

10 – Uma Gestão de Pessoas que direciona ações para o amadurecimento espiritual reforça a visão holística sobre seus colaboradores. Uma empresa não é feita apenas de números, cálculos, equipamentos de última geração, mas sim de pessoas que atuam por trás de cada relatório, de cada cafezinho servido e de cada ideia criativa que faça um diferencial significativo em relação à concorrência.

Patrícia Bispo
Formada em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, pela Universidade Católica de Pernambuco/Unicap. Atuou durante dez anos em Assessoria Política, especificamente na Câmara Municipal do Recife e na Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco. Atualmente, trabalha na Atodigital.com, sendo jornalista responsável pelos sites: http://www.rh.com.br, http://www.portodegalinhas.com.br e http://www.guiatamandare.com.br.

Fonte : http://www.rh.com.br

*Pais e Filhos…

Para nossa Reflexão…