…Informação para Refletir e Crescer…

Arquivo para julho, 2010

*Indicação de Filme Reflexivo*

A arquitetura da mente

Saiba como os vários tipos de memória processam fatos e conteúdos ao longo da vida. E quais os riscos que corre essa rede de reminiscências de se romper ante o avanço de males como Alzheimer, sífilis, alcoolismo, entre outras doenças e vícios
Carolina Vicentin.

Brasília – O cérebro humano é o computador mais potente do mundo. Tem uma capacidade de processamento que nenhuma unidade inventada na era das máquinas conseguiria descrever. Uma das funções mais importantes desse supercomputador é a memória. Formada por uma complexa rede de neurônios e neurotransmissores, a memória é a capacidade de aquisição, armazenamento e recuperação de informações. Se isso parece pouco, imagine que é graças à memória que você consegue entender onde está e o que está escrito aqui, por exemplo.


Renato viaja pelo país inteiro dando aulas de memorização: ler é fundamental para enriquecer os neurotransmissores da memória. Foto: Arquivo pessoal

Assim, ao ler um “a”, o cérebro faz uma série de associações para compreender que tipo de “a” é esse. Primeiro, ele separa o universo em masculino e feminino. Depois, começa a observar o que vem em seguida. Se logo depois do “a” há um espaço, então trata-se de um “a” artigo. E por aí vai. “O cérebro faz uma varredura completa de todas as informações já armazenadas, tudo em milissegundos. Não há nenhuma outra atividade cerebral tão complexa quantoessa”, afirma o professor Ivan Izquierdo, coordenador do Centro de Memória da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

Para entender melhor o funcionamento de todas essas tarefas, os cientistas classificaram a memória quanto à duração e ao conteúdo. No primeiro caso, há três tipos de memória: a de trabalho, a de curta duração e a de longa duração. “A memória de trabalho fica na cabeça apenas pelo tempo necessário para que se entenda o que está sendo dito”, detalha o professor Ivan.

Já a memória de curta duração permanece por algumas horas. A partir de então, o cérebro define o que vai virar memória de longa duração e o que será descartado. “Não precisamos lembrar agora onde estacionamos o carro ontem. Essa informação foi muito válida ontem, mas hoje não é mais necessária. Pelo contrário, poderia até confundir com o dado sobre onde deixamos o carro hoje”, exemplifica o professor da PUC/RS.

Fazendo cópias – Em relação ao conteúdo, há a memória de procedimentos – também chamada de memória implícita – e a memória declarativa ou explícita. A primeira está relacionada a habilidades ou hábitos de cada um, tais como tocar um instrumento ou pentear os cabelos de um jeito específico. Já a memória explícita se refere a coisas que podemos declarar, como o que aconteceu no último capítulo da novela ou a data de aniversário de um amigo.

Mas o cérebro é ainda mais esperto. Além de absorver e guardar todas essas informações, o precavido sistema faz cópias das lembranças para evitar que o material se perca. O professor Ivan Izquierdo explica que não é possível saber quantas cópias de cada acontecimento são guardadas, mas que, seguramente, são mais de 100. “Coisas mais importantes – como o nascimento de um filho ou o dia do casamento – têm mais cópias. Trata-se de uma estratégia de sobrevivência, uma maneira que o corpo tem de preservar as lembranças de lesões, golpes na cabeça e doenças”, afirma o especialista.

Engrenagem da máquina

Os neurotransmissores são substâncias químicas que promovem a comunicação entre os neurônios. Alguns são ativados conforme o estímulo corporal. Por exemplo, quando se praticam atividades físicas, há a liberação de dopamina, serotonima e noradrenalina. Com o passar do tempo, os neurotransmissores acabam sendo liberados em menor quantidade, o que faz com que praticamente todo mundo tenha a memória “encurtada” depois dos 40 anos.

Treino para a cabeça

A memória é uma função cerebral que, quanto mais se usa, melhor fica. E a principal forma de exercitá-la é por meio da leitura. Isso porque é no ato de ler que o nosso cérebro mais pratica o processo de varredura e recuperação das informações. O professor Ivan Izquierdo, da PUC do Rio Grande do Sul, afirma que esse treino todo dá às profissões de professor e ator a melhor classificação quando o assunto é o desempenho da memória.

O mnemonista Renato Alves, 38 anos, campeão brasileiro de memorização, confirma. Há 13 anos, antes de se tornar uma das referências nacionais no tema, Renato quase não lia e, quando lia, não conseguia lembrar do conteúdo por muito tempo. Hoje, ele lê mais de 100 livros por ano e ganha a vida ensinando suas técnicas de memorização pelo país. “Procuro dar soluções práticas às pessoas, fazendo com que elas associem o que precisam lembrar a fatos da vida cotidiana”, diz.

Um exemplo? Criar uma senha de fácil memorização e que não caia na data de nascimento. “Umadas sugestões é pensar em números relacionados à hora que a pessoa acorda e que vai dormir. Se alguém se levanta às 6h e dorme às 23h30, uma boa senha seria 600230”, exemplifica o especialista. “O número só ficará gravado se fizer sentido para a memória, é como envolver o cérebro em todo o processo”, diz Renato.

Pesquisa

A queixa de falta de memória é bastante comum. Estudos mostram que, entre pessoas com mais de 50 anos, o problema atinge até 60% delas. Mas nem toda perda de memória desencadeia o processo de demência ou o Alzheimer. Se o esquecimento não afeta a rotina da pessoa, há demência leve. Caso seja diagnosticada demência moderada, o paciente precisará de um acompanhante para executar as atividades diárias

* Louvor *

De Todo Meu Coração

Mariana Valadão

Composição: Felippe Valadão

De todo meu coração
Dou louvores a Ti
Com todo meu ser eu exalto o Teu nome
Consagrando o que sou pra Te adorar

Levanto minhas mãos a Ti
Me rendo aos Teus pés, Senhor
Me entrego totalmente a Ti
Oh, Deus da minha vida!
Que toda honra seja a Ti
Que toda glória seja a Ti, Senhor
Para sempre

*Abraçando a Imperfeição*

“Quando eu ainda era um menino, ocasionalmente, minha mãe gostava de fazer um lanche, tipo café da manhã, na hora do jantar. E eu me lembro especialmente de uma noite, quando ela fez um lanche desses, depois de um dia de trabalho, muito duro.
Naquela noite longínqua, minha mãe pôs um prato de ovos, linguiça e torradas bastante queimadas, defronte ao meu pai. Eu me lembro de ter esperado um pouco, para ver se alguém notava o fato. Tudo o que meu pai fez, foi pegar a sua torrada, sorrir para minha mãe e me perguntar como tinha sido o meu dia, na escola.
Eu não me lembro do que respondi, mas me lembro de ter olhado para ele lambuzando a torrada com manteiga e geléia e engolindo cada bocado.
Quando eu deixei a mesa naquela noite, ouvi minha mãe se desculpando por haver queimado a torrada. E eu nunca esquecerei o que ele disse:
” Baby, eu adoro torrada queimada.”
Mais tarde, naquela noite, quando fui dar um beijo de boa noite em meu pai, eu lhe perguntei se ele tinha realmente gostado da torrada queimada. Ele me envolveu em seus braços e me disse:
“Companheiro, sua mãe teve hoje, um dia de trabalho muito pesado e estava realmente cansada. Além disso, uma torrada queimada não faz mal a ninguém. A vida é cheia de imperfeições e as pessoas não são perfeitas. E eu também não sou um melhor empregado, ou cozinheiro!”
O que tenho aprendido através dos anos é que saber aceitar as falhas alheias, escolhendo relevar as diferenças entre uns e outros, é uma das chaves mais importantes para criar relacionamentos saudáveis e duradouros.
Essa é a minha oração para você, hoje. Que possa aprender a levar o bem, o mal, as partes feias de sua vida colocando-as aos pés do Espírito. Porque afinal, Ele é o único que poderá lhe dar um relacionamento no qual uma torrada queimada não seja um evento destruidor.”

De fato, poderíamos estender esta lição para qualquer tipo de relacionamento: entre marido e mulher, pais e filhos, e com amigos.
Não ponha a chave de sua felicidade no bolso de outra pessoa, mas no seu próprio. Veja pelos olhos de Deus e sinta pelo coração Dele; você apreciará o calor de cada alma, incluindo a sua.

As pessoas sempre se esquecerão do que você lhes fez, ou do que lhes disse.
Mas nunca esquecerão o modo pelo qual você as acolheu e valorizou.

* Reflexão sobre Sabedoria

Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando. O mestre tentou tirá-lo novamente e outra vez o animal o picou. Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:

-Desculpe-me mas você é teimoso! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?

O mestre respondeu:
-A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.

Então, com a ajuda de uma folha, o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida, e continuou:

-Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Quando a vida te apresentar mil razões para chorar, mostre- lhe que tens mil e uma razões pelas quais sorrir. Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você.

Se tem alguém que você ama, pensando de você, algo que você não deseja, e você, com toda sinceridade do mundo, identifica que no fundo no fundo terminou permitindo isso… vai lá, explica, acolhe, perdoa!

Não existe sabedoria sem verdade. E a única verdade, é a que sempre liberta!!!

**Vamos entrar em campo?? **

O Brasil ficou… infelizmente! Tinha tudo pra ganhar!

O fator desorganização em campo, fez levar o primeiro ou até mesmo fazer, como defende a fifa! Diante do desequilíbrio emocional, nem oração conseguiu ter efeito para os jogadores!!! Uma vez que : é preciso ter fé, e equilíbrio nas atitudes! Milhões de Brasileiros se uniram em uma só vozzzz e foi pouco.

Para os entendedores de futebol, fica a lição e reflexão : onde poderia ter sido melhor? Viver esse luto, é importante. Em seguida, se organizar para buscar ser aquilo que já acreditávamos ser. Vencedores!!!

E nós, que não somos Kaká, nem Julio César, nem Dunga… onde nos achamos vencedores que ainda podemos melhorar ?? Em que área nosso equilíbrio emocional ainda peca?

Hoje, como Brasileiros, perdemos em campo. Que amanhã possamos no campo da vida, nos erguermos com determinação, disciplina, garra e gana,  e muito, muito equilíbrio emocional, afim de fazermos dia a dia um placar memorável, para nós, para aqueles que nos amam, que torcem por nós e principalmente pra Deus! Que  o “glória Deus” de Robinho possa ser vivenciado por todos nós todos os dias!!!

Um forte abraço e ânimo!!! o Senhor disse :

“Esforçai-vos, e tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis, por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, porque há um maior conosco do que com ele”. 2 Crônicas 32:7